SHARE

Dana White, presidente do UFC e amigo próximo de Mike Tyson, expressou suas preocupações sobre a saúde do ex-campeão mundial de boxe, especialmente com a possibilidade de Tyson retornar aos ringues aos 57 anos para enfrentar Jake Paul. Inicialmente marcada para 20 de julho no Texas, a luta foi adiada após Tyson passar mal recentemente, gerando apreensão na comunidade dos esportes de combate.

Participando do podcast ‘FLAGRANT’, Dana White se posicionou fortemente contra a realização do duelo entre Tyson e Paul. Declarado desafeto do youtuber, o presidente do UFC criticou a disparidade de idade entre os competidores, destacando que Paul, com 27 anos, tem uma vantagem injusta sobre Tyson. Ele mencionou que, quando Paul enfrentou Tommy Fury, um boxeador de mesma idade e porte físico, ele foi derrotado, sugerindo que a luta contra Tyson favorece apenas Paul.

“Quando essa luta acontecer, Tyson terá 58 anos. Um homem de quase 60 anos não deveria lutar contra um de 27. Em qualquer circunstância. É simplesmente ridículo. Meu maior problema sobre Jake Paul e como isso acontece é que, quando ele realmente lutou contra alguém que era boxeador, com o mesmo histórico, tamanho e idade, ele perdeu. Amo Tyson. Ele está com quase 60 anos, entende o que quero dizer? Minhas costas estão me matando hoje. Acho que é porque tenho 54 anos. Esse cara tem 27, está no auge. Isso é ridículo. Ninguém quer ver Tyson levar uma surra desse idiota”, declarou Dana White.

A luta entre Tyson e Paul, programada inicialmente para 20 de julho, foi adiada por recomendação médica. A ‘Most Valuable Promotions’ (MVP), empresa responsável pelo evento, anunciou uma nova data para o duelo: 15 de novembro. Os detalhes do evento permanecem inalterados, mantendo-se no estádio ‘AT&T’ dos ‘Dallas Cowboys’, no Texas, com transmissão exclusiva pela Netflix.

O co-main event, que contará com Amanda Serrano e Katye Taylor disputando o título mundial, também foi mantido. A MVP enfatizou que a nova data visa garantir que ambos os competidores tenham tempo adequado de preparação, buscando um equilíbrio justo entre Tyson e Paul.

“Nossa equipe trabalhou diligentemente com todas as partes envolvidas para remarcar esta luta monumental para uma data que garanta que Jake Paul e Mike Tyson estejam totalmente preparados, com tempo de treinamento igual, além de nos permitir manter o evento no estádio AT&T no meio da temporada dos Cowboys. Agradecemos a excelente dedicação, colaboração e flexibilidade de nossos parceiros na Netflix e no AT&T Stadium. Paul vs Tyson é o evento esportivo mais intergeracional da história e estamos comprometidos em oferecer aos fãs de todo o mundo esta noite inesquecível de boxe, ao vivo globalmente na Netflix. Esperamos ver todos na sexta-feira, 15 de novembro, para um confronto que será comentado pelas próximas gerações“, anunciou Nakisa, em comunicado enviado à imprensa.

Problemas medicos de Tyson

Há dois meses de enfrentar o youtuber Jake Paul, o lutador Mike Tyson teve um mal estar durante um voo com destino a Los Angeles. A lenda do boxe passou por um surto de úlcera, cerca de 30 minutos antes do pouso, o que provocou um pedido de presença médica para quando a aeronave pousasse.

“Felizmente, Tyson está indo muito bem. Ele ficou com náuseas e tonturas devido a um surto de úlcera 30 minutos antes do pouso. Ele agradece à equipe médica que esteve lá para ajudá-lo”, destacam os representantes do boxeador em publicação no New York Post.