SHARE

Em tempos modernos, a popularidade de um atleta ou agremiação esportiva é amplamente medida pelo número de seguidores em plataformas de mídia social. O mesmo fenômeno se verifica no mundo do MMA, onde competidores e organizações conseguem acumular milhões de seguidores. As contas do UFC, Bellator MMA, e do lutador Conor McGregor no Instagram ilustram muitíssimo bem essa realidade.

Print de tela de https://www.instagram.com/thenotoriousmma/
Print de tela de https://www.instagram.com/thenotoriousmma/

Uma pesquisa realizada pela equipe da Revista Lutas verificou que a conta oficial do UFC no Brasil, ‘ufc_brasil’, ostenta impressionantes 2,4 milhões de seguidores. Para se ter uma ideia, essa quantia ultrapassa a população de cidades brasileiras como Vitória e Florianópolis. A conta global do UFC, ‘Ufc’, vai ainda além com uma base de seguidores de 37,2 milhões de pessoas. Esse número supera a população de países como o Canadá.

Em paralelo, o Bellator MMA, ‘Bellatormma’, concorrente do UFC, exibe 3,5 milhões de seguidores, ultrapassando a população de países como Uruguai e Líbano. É uma prova concreta de que a rivalidade entre as duas maiores organizações de MMA transcende o octógono e se estende às plataformas digitais.

Porém, quando se fala em presença de mídia social no MMA, é impossível ignorar a figura de Conor McGregor. A conta oficial do lutador irlandês, ‘Thenotoriousmma’, reúne impressionantes 46,4 milhões de seguidores. Para contextualizar, essa quantidade supera a população total de países como Espanha e Argentina. McGregor não é apenas o “rosto do jogo de luta”, como se auto-intitula, mas também uma das personalidades esportivas mais influentes no Instagram.

Tais números maciços de seguidores indicam que o impacto desses atletas e organizações vai muito além do esporte. Eles são formadores de opinião, ditam tendências e moldam estilos de vida. Suas postagens são vistas, curtidas e compartilhadas por milhões de pessoas todos os dias, tornando-os influentes em diversas áreas da vida, desde a forma como nos vestimos até a escolha de equipamentos esportivos.

Uma postagem, uma simples palavra ou hashtag em cada um desses perfis pode valer milhares ou milhões de dólares.

Este é um fenômeno que ilustra a era digital em que vivemos. A influência social não está mais confinada a políticos e celebridades tradicionais. Agora, atletas e organizações esportivas têm uma plataforma poderosa para se conectar diretamente com seu público e influenciar a cultura global. O MMA, com seu enorme número de seguidores, está no centro dessa revolução digital.

Robson Augusto – Revista Lutas – Revista de Lutas do Brasil

Instagram: @revistalutas