SHARE
Islam Makhachev x Dustin Poirier. Foto: montagem/Instagram: @ufc
Islam Makhachev x Dustin Poirier. Foto: montagem/Instagram: @ufc

Amanhã, 01 de junho, no Prudential Center, em Newark, Nova Jersey, Estados Unidos, acontece o UFC 302, com um card lotado de lutas imperdíveis. Entre elas, destaca-se a chance de Jailton “Malhadinho” se firmar no top 5 dos pesos pesados e ir em busca do cinturão, Borrachinha tentando reencontrar o caminho das vitórias contra Sean Strickland, e Islam Makhachev podendo quebrar o recorde de defesas de títulos no peso leve, enfrentando a lenda Dustin Poirier.

 

Neste veredito do UFC 302, separamos uma breve análise das principais lutas, palpites e algumas dicas para apostar nesta noite de sábado.

 

No card preliminar, a maior esperança brasileira nos pesos pesados, Jailton Malhadinho, tenta se recuperar de sua derrota na última rodada enfrentando o wrestler russo, Alexander Romanov. As características mais fortes do russo são mão pesada e força bruta. Em contraponto, Malhadinho é mais leve e, consequentemente, mais rápido. O brasileiro é muito bom em manter o adversário em suas posições dominantes, usando sua velocidade para manter o adversário sempre preocupado em se defender a maior parte do tempo. O maior risco para Malhadinho é o perigo do russo conseguir evitar as quedas e conectar os golpes, como fez Curtis Blaydes na última rodada.

 

Ainda no card preliminar, o kickboxer brasileiro Cesar Almeida mede forças com Roman Kopylov. Almeida é mais um peso médio que veio do Glory, assim como Poatan e Adesanya, ou seja, é um striker de elite e certamente, se conseguir manter a luta em pé, tem jogo para vencer qualquer peso médio do UFC. Por conta disso, em sua segunda luta no Ultimate, está enfrentando Roman, que já beira os ranqueados. Roman não costuma fugir da luta em pé, tem bons chutes, bate forte e é um nocauteador. Mas na trocação, Cesar está em outro nível. Será uma luta dura.

 

Na co-luta principal, o brasileiro Paulo Borrachinha enfrenta o ex-campeão e primeiro do ranking, Sean Strickland. Em um confronto onde o vencedor fica na cara do gol para disputar o cinturão. A luta terá 5 rounds, o que pode ser um problema para o brasileiro, uma vez que Sean é um daqueles lutadores com gás infinito que melhora sua performance com o passar do tempo, enquanto Paulo tende a cansar rápido devido à sua grande massa corporal. A chance do brasileiro está nos primeiros rounds; ele precisa acertar e nocautear. Caso não faça isso, será engolido por Strickland, que é paciente e gosta de minar o oponente com jabs.

 

Na luta principal, Islam Makhachev defende o título contra Dustin Poirier. Nessa luta, Islam pode se igualar ao seu mentor Khabib no recorde de maior número de defesas do título dos pesos leves da história, mas para isso precisa vencer a lenda viva Dustin Poirier. Poirier é um nocauteador e, mesmo não estando mais em seu auge, tem um boxe muito perigoso. Ele aguenta pancadas e bate pesado com as duas mãos, além de ter muita experiência, resiliência e saber sofrer com paciência para virar uma luta. Makhachev surgiu como aqueles wrestlers carrapatos que derrubam seus adversários inúmeras vezes até espremer a vitória por decisão ou cansa-los para achar uma finalização ou nocaute técnico. Porém, sua evolução técnica é absurda e hoje ele tem um jogo de alto nível para brigar com qualquer um. A maior chance de Dustin está na troca de golpes; se Islam deixar o wrestling em segundo plano e tentar trocar socos, a mão do americano é mais pesada e ele pode nocautear e se tornar o novo campeão. Caso Islam vá para o caminho de menor resistência, que são as quedas, Poirier não tem muitas chances, exceto pela sua famosa guilhotina suicida.

Dicas de aposta:

Comparativo número de golpes bem sucedidos – Sean Strickland

Vitória Jailton Almeida

Mais de 1,5 rounds Jailton Almeida x Alexander Romanov

Mais de 1,5 rounds Islam Makhachev x Dustin Poirier