Início Desempenho - Dicas dos mestres Homenagem ao Mestre “LAERTE BARCELOS”

Homenagem ao Mestre “LAERTE BARCELOS”

COMPARTILHE
Share Button

Veio a pergunta, papai eu nunca vi você lutar. Aquelas palavras me emocionaram, como então agir? Seria difícil conciliar o trabalho os treinos e a família.

 A luta sempre esteve em minha vida, desde criança gostava de brincar assim, dando prioridade as lutas.

A capoeira foi a minha primeira arte marcial, um dia em uma roda de capoeira ao aplicar um golpe recebi um outro que me chamou a atenção e fiz a pergunta que mudou minha vida. Que luta é essa?

Isso é jiu-jitsu, respondeu meu amigo, desse dia em diante dediquei me a essa arte.

Depois de muita dedicação em treinos vieram os resultados em medalhas e campeonatos já na adolescência, porem o trabalho, casamento e filho tomaram meu tempo.

Sem tempo para treinar e o aumento da carga horaria no trabalho, raros foram os momentos para praticar.

Coloquei meu filho nas aulas de jiu-jitsu e é claro que ele se destacou cedo. Vieram as medalhas e um dia assistíamos um campeonato quando ele disse “EU NUNCA VI VOCÊ LUTAR”.

Daí pensei: O que fazer?

Como fazer uma luta sem estar preparado? Como conciliar o trabalho com treinos para estar em condições, mas resolvi diante de todas as dificuldades fazer o que deveria ser e comecei os treinos.

Depois de alguns meses surgiu a primeira oportunidade da primeira luta.

Sai vencedor. Consegui mostrar a meu filho minha vitória e provar que a perseverança é o primeiro passo para o sucesso.

Hoje devido a carga horaria de trabalho o tempo está cada vez mais escasso e não sei quando terei oportunidade de retomar os treinos e participar de competições.

Quero aproveitar a oportunidade para fazer uma homenagem especial, ao MESTRE LAERTE BARCELOS, meu professor mestre e amigo, que sempre me inspirou e incentivou para que eu nunca abandonasse o tatame.

SouzaFC.

Revista Lutas – A Revista de Lutas do Brasil

Share Button