Home Desempenho - Dicas dos mestres No momento em que as MULHERES Brasileiras estão no auge uma “mulher”...

No momento em que as MULHERES Brasileiras estão no auge uma “mulher” americana rouba a cena no MMA.

SHARE
Share Button

O ex-militar e caminhoneiro Fallon Fox, hoje transgênero, tem roubado a cena no MMA mais por sua condição do que pela suas vitórias sobre de mulheres nascidas mulheres (biologicamente completas). 

Diferentemente de nossas campeãs mundiais Amanda Nunes e Cris Cyborg que na atualidade são as donas dois únicos cinturões do UFC para o Brasil.

Duas mulheres  Brasileiras (Amanda Nunes e Cris Cyborg) sujeitas as condições hormonais que o corpo feminino possui,  conseguiram chegar ao topo.

Quem vê FALLON tem a nítida impressão de que “ela” possui mais força e densidade óssea. Apesar de toda documentação legal e intervenção cirúrgica que transformou o rapaz em uma moça, é impossível não questionar se “ela” não carregaria alguma formação anterior em seus tecidos ósseos e musculares que hoje estariam dando algum beneficio sobre lutadoras genuinamente mulheres. A resposta somente virá com um estudo aprofundado que ouse bater de frente com esta onda mundial do politicamente correto.

Todavia, como se fosse algo proposital em defesa de FALLON, ela foi derrotada por Ashlee Evans-Smith no evento Championship Fighting Alliance.

Fica a dúvida se a tão requisitada inclusão social não estaria cometendo uma grande injustiça.

Aslee Evans-Smith sobre fox alguns minutos antes da luta ser ininterrompida a seu favor.

Share Button